| COMO CHEGAR | FAVORITOS | CONTATO | ANUNCIE | TELEFONES ÚTEIS |
NEWSLETTER
   

01/02/2014 11:50:21


Carnaval 2014: Entenda a polêmica envolvendo os Bonecões de Atibaia e a aparente desvalorização da cultura local

A Prefeitura de Atibaia divulgou, na última quinta-feira, 30 de janeiro, uma nota oficial informando que os Bonecões de Atibaia não iriam participar do desfile de carnaval deste ano. No informativo, a Prefeitura afirma que a ABBA (Associação dos Bonecões e Boneconas de Atibaia) se recusou a aceitar uma proposta da administração municipal de “contratação dos bonecões para desfile no Carnaval 2014, no valor de R$ 7,5 mil; e outra para a realização de oficinas de confecção dos bonecões, também no valor de R$ 7,5 mil”. A nota segue dizendo que mediante a recusa da ABBA, a Prefeitura “se viu obrigada a recorrer a outras alternativas para garantir que essa tradição atibaiense não deixasse de acontecer no Carnaval deste ano na cidade”. A “alternativa” encontrada pela administração seria trazer bonecões de outras cidades para o desfile em Atibaia.


Bonecões de Atibaia fazem parte de tradição resgatada há 13 anos
Foto: Rafael de Oliveira Leme

Diante da nota, a ABBA achou por bem informar à população e aos apaixonados pelos Bonecões de Atibaia a sua versão dos fatos. Através de sua presidente, Cynthia Barros, a associação afirmou que não se recusou a participar do Carnaval 2014. Após uma reunião realizada no último dia 28, a presidente se comprometeu a conversar com os membros da Associação antes de dar qualquer resposta à Prefeitura, mas isso não ocorreu porque a administração municipal se antecipou à decisão dos bonequeiros e não esperou pela resposta da ABBA para declarar à população que os bonecos da cidade não participariam da folia neste ano.

Tradição Atibaiense

Ao afirmar que trará bonecos de fora para “garantir que essa tradição atibaiense não deixe de acontecer”, a Prefeitura entra em contradição. Usando bonecos de outros municípios para a folia de Atibaia, a administração municipal está, na verdade, deixando de lado a cultura de nossa cidade e não garantindo a tradição atibaiense, ao contrário do que pretende fazer parecer.

Quem está envolvido com o carnaval de rua de Atibaia sabe que a história mais recente dos Bonecões de Atibaia teve início há 13 anos, quando um grupo de amigos, liderado pelo artista plástico Edson Beleza, resolveu se unir para resgatar a tradição dos bonecões que animavam o carnaval da cidade quando ainda eram crianças. "Nenhum dos envolvidos poderia adivinhar que, ano a ano, cada vez mais gente se uniria à folia, tornando-a então, já há algum tempo, parte do calendário oficial das festas da cidade", comenta a presidente da ABBA.

História dos bonecões de Atibaia

No início, eram apenas cinco bonecos que, passado o carnaval, eram guardados em depósitos da Prefeitura para, só no ano seguinte, serem resgatados. O problema é que as condições inadequadas de armazenamento estragavam os bonecos e faziam com que, a cada carnaval, os bonequeiros tivessem que restaurar cada um deles. Com o passar do tempo, os envolvidos na folia foram aprendendo a aperfeiçoar as técnicas de confecção, a fazer bonecos mais leves e resistentes, passando a cultura inclusive para seus filhos, que também participavam criando os “bonecões mirins”. O número de bonecos e participantes foi aumentando e ao acervo foram sendo incorporadas representações de personalidades conhecidas na cidade como a limpadora de túmulos Toniquinha, o vendedor de pamonhas Elvis e o Padre Eugênio, entre outros. Atualmente, são 50 bonecos que, só no ano passado, alegraram a festa de cerca de 20 mil foliões.

Com a folia crescendo, a expectativa pela chegada do carnaval passou a ser tão grande que o grupo começou a inventar novos motivos para se reunir antes do feriado. Foi a partir de uma dessas ideias que surgiu o “Bloco do Caveira”, em um ano em que a sexta-feira que antecede o carnaval caiu no dia 13. O sucesso foi tanto que, a partir de então, toda sexta-feira antes do carnaval, bonecões com temas de terror passaram a se reunir em frente ao cemitério e percorrer as ruas do Centro.

Bonecos sem-teto

Contudo, com o aumento da festa também cresceram os problemas. Os bonecos, em número cada vez maior, eram deixados por empréstimos em algum prédio da Prefeitura até o carnaval do ano seguinte. Diante dos grandes estragos gerados pela falta de cuidados adequados, os “bonequeiros” resolveram montar uma associação e alugar uma sede para guardar o acervo de forma apropriada. Por serem frágeis, a Associação entendeu que o local para guardar os bonecos deveria estar localizado próximo à Praça da Matriz, onde também poderiam ser feitas as concentrações antes dos desfiles.

Mas manter a sede acabou gerando muitos custos à Associação, que começou a ter dificuldades em arcar com tamanha despesa. A presidente Cynthia afirma que, assim que o prefeito Saulo Pedroso foi eleito, foi convidado a conhecer o local para que pudesse entender as necessidades da ABBA, já que o universo dos bonecões era então desconhecido para ele. Segundo declarações do prórpio prefeito, a primeira vez que participou da Folia de Bonecões foi no ano de 2013.

Ajuda para manter a sede

Nessa visita de Saulo à ABBA, tiveram início as negociações para pleitear recursos que ajudassem a manter o acervo dos bonecões da cidade. “Conseguimos, muito abaixo do pedido, mas, por ser o primeiro ano de Prefeitura, topamos a parceria, conversamos com a proprietária, que nos ajudou no ano que passou, e mantivemos a sede. Mas já conversando que no ano seguinte seria muito difícil mantermos o mesmo valor”, afirma Cynthia.

Para agravar os problemas da Associação, o prédio que abriga os bonecos está com algumas avarias e sofrendo infestações de pombos “Tudo tem custo, a locação da sede, a manutenção, o restauro dos bonecos, a limpeza das pombas e o fechamento do telhado para que não entrem mais, a adequação dos bombeiros, água, luz, IPTU entre outros compromissos que são básicos. E como podemos pagar?”, indaga a presidente da ABBA.

2014

As negociações para a ajuda da Prefeitura à ABBA neste ano começaram em dezembro de 2013, e o valor acordado chegou a R$ 20.000,00. O resultado dessa reunião seria repassado a todos os membros da Associação e a resposta seria dada em uma novo encontro agendado para o último dia 28 de janeiro. Nesse meio tempo, causou estranheza aos bonequeiros o fato da Prefeitura já estar divulgando a programação do carnaval com a participação do “Bloco do Caveira” e dos bonecões, sem esperar pela resposta da ABBA às negociações. Diversas reuniões sobre a programação do carnaval de 2014 foram organizadas sem que a Associação dos Bonecões fosse convidada.“Foi quando percebemos que o valor nunca foi o problema, eles não nos queriam na praça, não éramos bem vindos à nossa própria festa. Por quais motivos? Cada um tem sua teoria, financeiro não é, já que se gasta o mesmo valor com uma escola de samba que desfila um só dia na avenida”, desabafa Cynthia. 

Já na reunião do dia 28, os integrantes da ABBA foram recebidos pelo secretário de cultura, Luis Ottavio Frittoli, e dois funcionários que teriam passado a proposta divulgada pela Prefeitura na nota oficial, desconsiderando totalmente as conversas e reuniões anteriores. Cynthia afirma que, mesmo chateada com a situação, saiu da reunião comprometida a comunicar a todos os membros da Associação sobre os novos valores propostos, e em breve daria uma resposta à administração municipal. No entanto, conforme dito no começo da matéria, a Prefeitura não chegou a esperar a resposta da ABBA para declarar que os Bonecões de Atibaia não desfilariam neste ano.

O futuro dos Bonecões de Atibaia

"Corremos o risco mais uma vez, como há quarenta anos, de ficar sem nosso Carnaval dos Bonecões. Na época, a tradição morreu por falta de local adequado para guarda dos bonecos. De quem são os Bonecos? São todos parte do acervo da Associação. Somos os seus leais zeladores. Vieram de vários lugares, foram confeccionados por muitas pessoas diferentes, mas todos foram deixados aos nossos cuidados, carnaval após carnaval. E quem conhece, sabe que pra fazer boneco não precisa muito. O custo financeiro maior  mesmo, é o da sede e foi isso, desde o início, que pleiteamos junto à Prefeitura, e em cada reunião tínhamos que repetir a mesma coisa: não é cache que nós queremos,  saímos porque gostamos, não pagamos ninguém pra carregar", desabafa a presidente da ABBA.

Confira na íntegra a declaração oficial da ABBA sobre o ocorrido:  www.facebook.com/bonecaoatibaia

Leia mais:

Vereador indaga Prefeitura sobre custos do Carnaval 2014
Carnaval: Nove de Julho conquista o tetracampeonato em Bragança
Autopista Fernão Dias realiza mais de 3.700 atendimentos no Carnaval
Rota das Bandeiras registra a passagem de 876.241 veículos no Corredor Dom Pedro, durante o Carnaval
Carnaval: Grupo principal de Bragança Paulista desfila temas como o sucesso e o nº 7

 

Compartilhe este texto:

|



LER COMENTÁRIOS >>

Enviado por Fábio em 05/02/2014 10:35:36
Essa administração vai de mal a pior. Não puxo o saco de nenhum partido até porquê enquanto um defende partido A e outro o B, os dois dão risadas de nós. Mas esses de agora estão conseguindo estragar até o simples. Sem noção nenhuma de administração. Estragar uma tradição que custou muito para se resgatar, gastam centenas de milhares de reais por um show de 1 dia de um cantor qualquer e não são capazes de ceder 20,000,00 / ano para manter uma tradição da cidade. E olha que não nasci e nem cresci aqui, mas consigo enxergar a importância do evento. Depois vem com a desculpa de que dependia de aprovação de câmara, de repasse de sei onde. Conversa para boi dormir! Planejamento é a base de tudo e isso é coisa que político não consegue fazer. Pena que administração pública não pode e nem nunca será privada onde fez errado, RUA!



COMENTAR >>

Os comentários e textos assinados por colaboradores ou assessorias de imprensa não refletem, necessariamente, a opinião do portal www.atibaia.com.br. Todas as informações são de integral responsabilidade de seus autores.

 

publicidade

publicidade

Busca de notícias:

 

Banco de Empregos
Total de vagas: 405

 

publicidade

últimas notícias

:: 1º Encontro Regional de Artesãos e Artistas Plásticos de Atibaia acontece em outubro
01/08/2014 15:03:22

:: Rota das Bandeiras interdita na segunda-feira, dia 04, a passagem inferior no km 140 da Dom Pedro I
01/08/2014 14:55:47

:: Lazer na Rua estará neste sábado no bairro da Boa Vista
01/08/2014 14:01:11

:: Continuam abertas as inscrições para a Corrida da Fogueira 2014
01/08/2014 12:36:38

:: Jair do Açougue solicita diversas ações para bairros da cidade
01/08/2014 12:12:02


Acidente entre carro e duas motos deixa mortos na SP-36 em Piracaia
950 visitas
6º Japan Fest agitará Atibaia neste fim de semana!
763 visitas
PAT de Atibaia oferece 80 vagas de emprego
486 visitas
Estão abertas as inscrições para o Programa ProJovem Urbano
330 visitas
Três são presos com 5 quilos de drogas em Atibaia
286 visitas

publicidade